Imagem capa - Um dia só para elas por Ivna Sá Produção Fotográfica

Um dia só para elas

Evento em BH propõe reflexões a respeito dos padrões de beleza impostos na sociedade contemporânea e deseja oferecer às mulheres um tempo para mulherar

 


Elas dão conta da casa, dos filhos, do trabalho, cuidam dos pais quando envelhecem, fazem jornadas triplas ou até quádruplas diariamente. Elas cuidam dos afetos, cultivam as relações e, ao mesmo tempo, lutam para se manter belas e bem-sucedidas segundo os padrões estéticos e de performance tão presentes na sociedade contemporânea. O grande problema, no entanto, é que lhes falta o tempo necessário para mulherar.

Isso mesmo: mulheres amam conjugar o verbo mulherar: sair em grupo, conversar de TPM, política brasileira e educação dos filhos, tudo isso em questão de minutos. Elas querem relaxar, renovar as energias, dar boas risadas, estar umas com a outras e, juntas e sem julgamento, poderem rir, chorar, fazer confidências e estabelecer laços. Mulher gosta de ouvir histórias inspiradoras e de superação, de preferência de outras mulheres, para encontrarem forças e assim seguirem seus sonhos e sua missão. Mulher é assim mesmo. Mulher precisa e gosta de mulherar.

É com essa percepção, fruto de uma experiência diária acumulada em 13 anos de profissão, que a fotógrafa Ivna Sá idealizou o evento Viva sua real beleza que acontecerá na capital mineira no dia 3 de agosto. Um dia preparado por ela e sua equipe para propiciarem a 250 mulheres esse tempo que é só delas. Já na sua segunda edição, o evento traz na sua programação palestra, roda de conversa, exercícios de respiração com a prática do mindfulness, sorteios de vários prêmios, transformação com Antes e Depois da maquiagem, dinâmicas, coffee, oportunidade de estabelecer networking e tudo isso regado a muita música.

O evento acontece no auditório do Instituto Santo Tomás de Aquino, o ISTA, localizado no bairro Coração Eucarístico, atrás da mata coberta da PUC-Minas. A previsão é iniciar às 9h e terminar às 18h. Durante o evento, no Hall de entrada do auditório, as participantes poderão ainda prestigiar a Exposição Fotográfica Metamorfose. Em 10 telas serão expostas fotos “do antes e do depois” de mulheres em tratamento oncológico, em sua grande maioria tratadas pelo SUS, e também de mulheres que sofrem de alopecia (perda definitiva dos cabelos) ou de outras enfermidades que resultam na perda dos pelos.

Ivna Sá está produzindo, maquiando e fotografando voluntariamente essas mulheres. Todas elas receberam emprestadas uma peruca da Boutique Mulan e uma caixa com vários itens de maquiagem, lenços e bijuterias oferecidas pelo Projeto A vida é bela. Metamorfose é um trabalho que busca mostrar a transformação pela qual essa mulher está passando em decorrência da doença e de seu tratamento e apresentar a autoestima com elemento essencial para reforçar a imunidade da paciente. Depois do evento Viva sua real beleza, a Exposição Metamorfose fará uma “turnê” em vários locais de Belo Horizonte e, ao final, os quadros serão presenteados às mulheres que participaram. “Uma maneira dessa mulher lembrar que mesmo na doença ela preservou a sua autoestima”, diz Nádia Bueno, idealizadora do Projeto A vida é bela.



Projeto leva autoestima a pacientes oncológicas




Nádia Bueno há dois anos lutou com coragem contra um câncer de mama, sem nunca abandonar a sua autoestima. Após o tratamento, idealizou o Projeto A vida é bela que, juntamente com outras três mulheres e algumas voluntárias, leva esperança a pacientes oncológicas em tratamento de quimioterapia. Realiza ações em hospitais e clínicas, ensinando técnicas de amarração de lenço, narrando sua história de superação e de fé. Nestas ações distribui kits de maquiagem para mulheres, brindes para homens e o livro O Segredo de Valentina, de sua autoria, para as crianças. Em abril de 2019, foi inaugurada a Boutique de Perucas Mulan que promove o empréstimo de perucas para as pacientes em tratamento. As perucas foram feitas após uma grande mobilização nas redes sociais para que as mulheres cortassem seus cabelos e doassem ao projeto. Na primeira fase, a Boutique conseguiu confeccionar 50 perucas.